O DOMÍNIO DA LUA

Selûne, por Todd Lockwood


O DOMÍNIO DA LUA - UMA NOVA SUBCLASSE PARA CLÉRIGOS



Desde edições anteriores de D&D, as divindades apresentadas nos cenários possuem domínios que tem relação a um aspecto de seu portfólio, algo que seja um aspecto do mundo sobre o qual atuam ou exercem domínio. E um dos domínios que eu sempre gostei foi o Domínio da Lua. A Lua, de fato, exerce fascinação entre os mortais, seja através da paixão dos enamorados, seja da admiração dos poetas, seja da fixação dos místicos. Calendários são criados por causa da Lua (a semana em nosso mundo tem ligação com as fases da Lua, daí terem 7 dias, que ao completar 4 semanas formam um ciclo lunar). Os americanos se declararam vencedores da guerra espacial ao pousarem na Lua, mesmo tendo "perdido" praticamente toas as outras etapas. Ligam a Lua às marés, ao crescimento dos cabelos, a dietas, às plantações...


Linerunee Zauvir, devota de Eilistraee, enfrentando um Nycaloth por Antonio J. Manzanedo



Mas, para condensar os domínios, D&D não criou os domínios de Sol e Lua: apenas o da Luz. Eu acho isso meio... chato. Então, aproveitando que a 5ª edição tem um efeito modular interessante, que facilita a criação de subclasses sem precisar criar classes novas, com modelos simples para serem usados como base, decidi criar para meu próximo jogo o Domínio da Lua.

O texto foca na divindade Selûne, e Forgotten Realms, mas a subclasse serve pra qualquer divindade ligada a Lua desse cenário ou de seu próprio cenário e campanha.  

E, claro, compartilhar com vocês.

Espero que gostem. Vocês podem baixar o PDF AQUI.


 
Portais da Lua



FINALIZANDO O TEXTO

 

Gostou dessa subclasse? Ansioso para usar essa subclasse? Já viu nossa subclasse para bruxo AQUI? Comente, compartilhe! Faça com que saibamos que você gostou deste texto! E não se esqueçam de nos apoiar, curtindo nossa página no Twitter, Facebook e Instagram: @meuspergaminhos (você pode usar os pequenos ícones no topo de nossa página). Apoie a produção de conteúdo de D&D em PT/BR.

Postar um comentário

0 Comentários