TODAS AS AVENTURAS OFICIAIS DE RAVENLOFT


AVENTURAS EM RAVENLOFT


– Bem dito. Estou disposto a ajudá-lo a se vingar, pois não posso tolerar os ciganos do diabo Strahd em minhas terras. Além disso, será interessante ver se esse seu Vistana morto pode guiá-lo através das brumas.

– Você pode restaurar a vida dele? – gritou o médico com repentina esperança e reverência. – Isso seria perfeito! Certamente os Vistani devolverão meu garoto se Radovan retornar a eles!

– Eu não disse que restauraria a vida dele....
(Tales from Ravenloft. David Wise)





No ano de 1983, Tracy Hickman e Laura Hickman escreveram uma aventura que mudaria para sempre os rumos de Dungeons and Dragons: Ravenloft.  Mais tarde conhecida como I6: Ravenloft, pois as publicações dessa época possuíam essas letras e números indicando a série da qual faziam parte, a aventura, aos olhos de hoje bastante simples, implicava em um grupo de aventureiros invadir o castelo de um nobre vampiro e derrota-lo. Ou morrerem tentando. Naqueles tempos, era comum que a aventura tivesse uma pegada mais mortal. Jogadores gostavam de se sentir desafiados e a morte dos personagens era um risco mais aceitável do que hoje, quando muitos mestres tem um certo receio de matar os personagens, como se isso de alguma forma atrapalhasse a narrativa de uma grande história. O que não era comum era um peso maior no desenvolvimento das motivações do vilão, um trabalho no cenário e um peso na parte narrativa. Esta aventura começa a chamada “Revolução Hickman” na TSR, que se seguiu com o lançamento do cenário de Dragonlance e aventuras cada vez mais com espaço para interpretação, representação, negociação e menos focada no simples desafio de combate ou mecânico.





Ravenloft acabou se tornando também um cenário. Talvez o cenário com maior número de regras próprias, pois se tornara um Semiplano dentro do Plano Etéreo, uma prisão para criaturas que cometeram atrocidades em seus mundos originais, ou eventualmente até mesmo para alguns que nasceram no Semiplano. E este cenário ganhou suas próprias aventuras oficiais, além de livros com ganchos, PNJs (PdMs) e toda a riqueza que o tornou um dos cenários mais queridos de D&D.

Neste breve artigo, traremos uma lista de todas as aventuras já lançadas no cenário, o nível para qual a aventura foi criada e a data em que aconteceriam dentro do Calendário de Barovia. A imensa maioria delas foi criada na época do AD&D, então cabe aqui uma observação. A aventura da 3ª edição Expedition to Castle Ravenloft foi lançada pela Wizards após o cenário voltar as suas mãos. Isso porque durante a 3ª edição, com o lançamento da licença aberta D20 e a não intenção de investir em muitos cenários, a Wizards, que acabara de comprar a TSR, abriu mão de Ravenloft e faz um contrato de licença liberando o cenário para a White Wolf, que publicou o cenário pela subsidiária Arthaus. Com o estouro da bolha D20, o cenário voltou às mãos da Wizards, que lançou a aventura Expedition to Castle Ravenloft, uma reedição da aventura clássica de Tracy e Laura. Como uma reedição, apesar da aventura ter sido bem expandida, ela não tem a intenção de mexer muito na linha do tempo do cenário, até por não ter lançado o cenário. Isso também faz com que a aventura não siga completamente a ambientação de terror mais completa que o cenário proporcionava. Sim. Curse of Strahd é, basicamente, uma reedição de Expedition to Castle Ravenloft, nesse sabor meio baunilha para agradar todos os gostos. E o que isso tem a ver com a data?

Expedition usa muitos dos mesmos PNJs (PDMs) que a aventura original, como Ireena ou Izek, o que facilita a entender que ela ocorre na mesma data da original. A Curse of Strahd TAMBÉM usa alguns desses PNJs, mas usa outros tantos que sequer haviam nascido nesta época, o que a torna uma aventura, na prática, fora de qualquer data. O ano dado na aventura é o ano de 735. É bem curioso que a escolha tenha sido a do ano imediatamente anterior ao começo da Grande Conjunção, e imediatamente posterior a Van Richten começar sua caçada às criaturas da noite. Consideraremos esta a data da aventura, ainda que haja problemas para encaixá-la de fato, sendo no mínimo obrigado a desconsiderar eventos canônicos anteriores.





AS AVENTURAS



ANO DO CALENDÁRIO DE BAROVIA
AVENTURA

528

I6:RAVENLOFT
HOUSE OF STRAHD
EXPEDITION TO CASTLE RAVENLOFT


579


THE HOUSE OF GRYPHON HILL

583


ADAM’S WRATH

646 (ou posterior)


A LIGHT IN THE BELFRY

670 (ou posterior)


WEB OF ILLUSION

733 (ou posterior)


CASTLE FORLORN

735 a 745


CHILLING TALES

735


CURSE OF STRAHD

736


FEAST OF GOBLYNS

737


SHIP OF HORRORS

738


TOUCH OF DEATH
THE CREATED


739


THOUGHTS OF DARKNESS
NIGHT OF THE WALKING DEAD


740


FROM THE SHADOWS
ROOTS OF EVIL


741


THE AWAKENING

742


HOUR OF THE KNIFE

743


HOWLS IN THE NIGHT

744


WHEN BLACK ROSES BLOOM

745


CIRCLE OF DARKNESS

747


THE EVIL EYE


749



NEITHER MAN NOR BEAST
DEATH UNCHAINED
DEATH ASCENDANT

750

BLEAK HOUSE
REQUIEM DEATH TRIUMPHANT



750 (ou posterior)

VECNA REBORN
DIE VECNA DIE
TSR JAM 1999



751


SERVANTS OF DARKNESS
THE SHADOW RIFT
THE FORGOTTEN TERROR


754 (ou posterior)


DARK OF THE MOON

Datas Variadas




BOOK OF CRYPTS



Todas as aventuras foram lançadas para as regras de AD&D, a versão de D&D da época, exceto as destacadas por cores (e já citadas anteriormente). As aventuras e, negrito compõem o conjunto de aventuras que foi denominado como A Grande Conjunção.

Se você tem em posse um livro de cenário de Ravenloft em Português, é bem possível que, curiosamente, ele não se encaixe 100% para uso da Curse of Strahd. Isso porque quando a Devir enfim trouxe Ravenloft para o Brasil, os eventos da Grande Conjunção já haviam ocorrido. Logo, o cenário é posterior a estes eventos que alteraram a geografia do Semiplano. A Abril Jovem tinha o projeto de lançar Ravenloft em Português, e seria uma versão anterior ao Domínios do Medo lançado pela Devir, mas não sei ao certo se era a versão imediatamente anterior aos eventos da Grande Conjunção, ou a versão imediatamente posterior. Mas não importa. A Abril Jovem acabou não se interessando em publicar mais livros e os direitos passaram a Devir, em algum momento posterior, e uma versão traduzida do cenário levou alguns anos a mais para chegar até nossas mãos.

E como não parece que teremos um novo livro de cenário tão cedo, fizemos nossa própria adaptação. Você pode ler AQUI.

Vocês têm alguma curiosidade a mais sobre as aventuras? Achavam que já tinham sido lançadas tantas delas? Gostariam de mais sobre elas ou sobre Ravenloft? Deixe um comentário e compartilhe nosso material!


Bons jogos!


Postar um comentário

0 Comentários